Escrevo este textículo (ops!) porque recebi uma ligação de uma das minhas filhas. Ela é feminista roxa (ops!) e estava apavorada com a repercussão... Os tolos e a ironia

Escrevo este textículo (ops!) porque recebi uma ligação de uma das minhas filhas. Ela é feminista roxa (ops!) e estava apavorada com a repercussão de uma frase que eu realmente disse ontem no começo da Jornal da Noite, da Band: “lugar de mulher é na cozinha”.

“Nossa, mas o cara ainda tem a pachorra de admitir que disse uma bobagem dessa!…”, espantar-se-hão todos os tolos,  imbecis, os mal-intencionados e sociopatas que buscam apenas um pretexto para estigmatizar gente, que é o que mais se faz nesse Reino de Hades da internet.

Sim, eu disse isso mesmo. E reitero, ressalvado o contexto. Antes, porém, eu havia dito que a campeã do MasterChef venceu uma conspiração machista que tinha por objetivo tirá-la daquela cozinha — a do MasterChef. Ou será que esse bando de gralhas eletrônicas só ouviu a segunda parte ? Ou será que não viram as sacanagens que foram feitas com a Dayse Paparoto para tirá-la daquela cozinha cenográfica ?

Em homenagem a essa gente que não consegue fazer o “O” sem um copo, deixo uma frase que ouvi do Fernando Mitre há algum tempo. Divirtam-se com ela, ainda que não consigam entender seu sentido:

A ironia morre nos ouvidos do tolo.

Agora podem voltar a me odiar.

 

 

 

 

Comentários