A FAB acaba de divulgar a primeira foto feita no local onde caiu o Airbus francês, ao norte de Fernando de Noronha, com o...

A FAB acaba de divulgar a primeira foto feita no local onde caiu o Airbus francês, ao norte de Fernando de Noronha, com o registro de restos da tragédia. Na foto pode-se ver a mancha de óleo identificada pelo radar do avião R-99, logo depois avistada pelos tripulantes de um Hércules C-130.

Agora há pouco o Comando da Aeronática informou que foram localizados mais quatro grupos de destroços. Vários objetos foram detectados pelo radar do R-99, entre eles um fragmento metálico com sete metros de diâmetro.

A Marinha informa que o navio-patrulha Grajaú já está no local. Mas ainda não foram avistados corpos ou partes de corpos, muito menos sobreviventes.

Autoridades senegalesas paralisaram os procedimentos de buscas. De acordo com o Cel. Jorge Amaral, sub-chefe do Centro de Comunicação Social da FAB, isso não significa que os franceses já não acreditam mais na possibilidade de haver algum sobrevivente. “Significa que eles entenderam que a incidência dos destroços está concentrada na área sob jurisdição do Brasil”, diz o Coronel.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *