O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, confirmou esta tarde que está na embaixada brasileira em Tegucigalpa. O político agradeceu ao presidente Lula o...

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, confirmou esta tarde que está na embaixada brasileira em Tegucigalpa.

O político agradeceu ao presidente Lula o apoio dado ao seu retorno à Honduras, mas não quis dizer como chegou ao local. Zelaya apenas pediu que seus seguidores partissem para encontrá-lo.

A notícia da permanência de Zelaya na embaixada do Brasil foi considerada pelo senador petista Eduardo Suplicy (SP), uma possibilidade para buscar a democratização em Honduras. “O Brasil tem a tradição de conceder asilos a presidentes da República depostos de forma que todos censuraram a forma como Zelaya foi retirado do poder. É importante que o Brasil possa colaborar para que haja uma escolha democrática e para que Honduras possa ter um governo reconhecido”, afirmou. “Nós, que temos a tradição de promover a paz, desejamos colaborar para que o povo hondurenho resolva seus problemas da forma mais pacífica possível”

Após a confirmação de que Zelaya está na embaixada do Brasil em Tegucigalpa, e não em um hotel na Nicarágua, a Polícia iniciou uma mobilização na capital. Um helicóptero sobrevoa a região da sede da missão diplomática brasileira em Honduras.

Manuel Zelaya foi deposto por um golpe de Estado em 28 de junho e expulso de Honduras por militares. No mesmo dia, o Parlamento hondurenho nomeou seu então presidente, Roberto Micheletti, como chefe de Estado.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *