Apesar da queda da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) na pesquisa CNI/Ibope de intenção de votos para a presidência da República em 2010, as...

Apesar da queda da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) na pesquisa CNI/Ibope de intenção de votos para a presidência da República em 2010, as notícias mais lembradas pelos brasileiros em setembro deste ano foram as relacionadas à área de atuação da ministra –a descoberta de petróleo na camada pré-sal.

Segundo a pesquisa, 16% dos entrevistados responderam que as informações sobre a exploração do petróleo no pré-sal foram as mais lembradas em setembro deste ano.

Somente 5% dos eleitores lembraram do episódio entre Dilma e a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira –que acusou a ministra de tê-la pressionado para encerrar as investigações na Receita sobre familiares do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

O diretor de relações institucionais da CNI, Marco Antônio Guarita, disse que não há elementos para explicar a queda de Dilma na pesquisa de intenções de votos. “Há uma conjunto de notícias das quais ela [Dilma] estava associada que não são, necessariamente, notícias ruins, como o pré-sal. A questão envolvendo a ex-secretária da Receita tem a lembrança de 5%, menos que a exploração do pré-sal. Teremos que ver novas rodadas para entender as tendências”, afirmou.

Guarita disse que as eleições ainda estão “muito distantes” para que se possa definir qualquer cenário de disputa. “Estamos apenas na segunda rodada da pesquisa. O quadro ainda é muito instável para que a gente possa ser taxativo”, afirmou.

Segundo a CNI/Ibope, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), venceria todos os cenários da disputa ao Palácio do Planalto. Quando Serra foi substituído pelo governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) vence Dilma em todos os cenários. Em junho, edição anterior da pesquisa CNI/Ibope, Dilma aparecia na frente de Ciro.

Além das notícias sobre a camada de petróleo pré-sal, os eleitores também ressaltaram a crise no Senado Federal e a compra de caças franceses pelo governo brasileiro como as notícias mais lembradas em setembro deste ano relacionadas ao governo federal. A gripe suína aparece em quarto lugar entre as notícias lembradas, atrás do pré-sal, da crise no Senado e da compra de aeronaves.

A crise financeira foi lembrada por somente 5% dos entrevistados, assim como a crise na Receita Federal entre Lina e Dilma.

Segundo a pesquisa, 59% dos brasileiros conhecem ou ouviram falar na descoberta de petróleo na camada pré-sal, enquanto outros 39% não têm nenhum conhecimento do assunto.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *