Do G1. Um militante favorável ao presidente deposto de Honduras morreu na noite de terça-feira (22) em confronto com a polícia, segundo fontes policiais...

Do G1.

Um militante favorável ao presidente deposto de Honduras morreu na noite de terça-feira (22) em confronto com a polícia, segundo fontes policiais ouvidas pela agência Reuters.

A morte ocorreu em Flor del Campo, um distrito pobre da capital, Tegucigalpa. A vítima é um homem de 65 anos.

É a primeira relatada desde segunda-feira, quando Manuel Zelaya voltou de surpresa ao país e abrigou-se na Embaixada do Brasil, em Tegucigalpa, criando um impasse político e diplomático.

Entidades de defesa dos direitos humanos já haviam reportado pelo menos duas mortes decorrentes de confrontos, mas o governo interino de Roberto Micheletti não confirmou.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *