O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, deve assinar sua ficha de filiação ao PMDB na quarta-feira da próxima semana. Antes de formalizar a...

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, deve assinar sua ficha de filiação ao PMDB na quarta-feira da próxima semana. Antes de formalizar a filiação, Meirelles deve conversar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O PMDB de Goiás já dá como certa a filiação de Meirelles. Segundo o presidente do Diretório Estadual do PMDB-GO, Adib Elias Júnior, Meirelles já conversou entre ontem e hoje com lideranças locais e anunciou sua decisão.

“Estamos bem conversados [sobre a filiação]. Ele [Meirelles] foi sondado por outros partidos, mas fez sua opção pelo PMDB”, disse Elias Júnior por telefone para a Folha Online.

A assessoria de Meirelles, entretanto, afirma que ele ainda não comunicou oficialmente a intenção de se filiar a nenhum partido. “O presidente ainda não decidiu se vai se filiar ou não. Essa decisão só será tomada na semana que vem”, disse seu assessor.

Elias Júnior disse que Meirelles deve comunicar sua decisão ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segunda-feira à noite. Lula está em viagem ao exterior. Na terça, Meirelles deve se reunir com empresários em São Paulo. “Aí ele retorna para Goiás na quarta-feira antes de embarcar para Copenhague”, afirmou o peemedebista.

De acordo com o presidente do PMDB-GO, Meirelles terá todo o espaço que quiser dentro do PMDB. “Ele quer alçar voo nacional, e terá essa possibilidade, se quiser.”

Elias Júnior disse que Meirelles não deixará a presidência do BC depois da filiação. “Ele tem até março para se desincompatibilizar.”

Segundo ele, o mais provável é que Meirelles dispute uma cadeira no Senado em 2010. “A princípio é isso [o Senado]. Mas tem muita água para rolar até junho [quando os partidos realização convenções para lançar as candidaturas].”

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *