SÃO PAULO – O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que permanecerá à frente da instituição até março de 2010, independentemente...

SÃO PAULO – O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que permanecerá à frente da instituição até março de 2010, independentemente de uma eventual filiação a um partido político. O anúncio foi feito durante o seminário “O Brasil saindo da crise”, promovido pelo Grupo de líderes empresariais (Lide).

– No momento, estou 100% no BC e essa é uma decisão que tem implicações políticas, caso eu considere a carreira política no futuro – disse Meirelles. Ele informou que deve decidir sobre a filiação nesta semana.

No encontro, ele reiterou que o Brasil vive um momento positivo de retomada de crescimento econômico, após a crise financeira internacional iniciada em setembro de 2008. Ele voltou a destacar a importância das medidas anticíclicas adotadas pelo governo, como as mudanças aprovadas na segunda-feira sobre os depósitos compulsórios (dinheiro que os bancos são obrigados a recolher ao BC) a prazo, para garantir a liquidez.

Essa obrigação foi reduzida de 15% para 13,5%. A medida vale até 31 de março do ano que vem.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *