O PSDB-SP deu início ontem a uma ofensiva contra o virtual candidato à Presidência da República pelo PSB, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE)....

O PSDB-SP deu início ontem a uma ofensiva contra o virtual candidato à Presidência da República pelo PSB, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE). A iniciativa acontece no momento em que Ciro engrossou as críticas contra o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), aquele que pode ser seu maior adversário nas eleições de 2010.

Em nota divulgada ontem, o presidente estadual do PSDB, deputado federal Antonio Carlos Mendes Thame, insinuou que Ciro trabalhará em 2010 como “nanico” da ministra-chefe da Casa Civil e pré-candidata petista para a sucessão ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff. Thame ainda acusou Ciro de ser um “neopaulista”, em virtude da recente mudança de domicílio eleitoral do deputado do Ceará para São Paulo. A nota foi divulgada como uma crítica à propaganda partidária do PT paulista na televisão, que afirma que o governo Lula investirá R$ 100 bilhões no Estado até 2010.

O segundo ataque veio no início da manhã de hoje. O presidente municipal do PSDB em São Paulo, José Henrique Reis Lobo, fustigou Ciro com a acusação de que ele não tem “nenhuma compostura”. Em nota, Lobo ressaltou que o discurso do deputado é “totalmente destrambelhado”. “(Ciro) deturpa números e subverte a história para adaptá-los às suas invencionices”, engrossou as críticas. “É o grande Pinocchio da história recente do Brasil”, comparou. O presidente municipal ainda pediu para que as pessoas desconfiem “sempre” das palavras do deputado.

Crítico declarado dos tucanos desde que deixou a legenda, em 1996, Ciro elevou o tom nas últimas semanas, quando se autodeclarou candidato ao Palácio do Planalto em 2010 pelo PSB. Em uma das alfinetadas desferidas contra Serra, o deputado brincou com a “feiura” do governador paulista. “(Serra) é feio para caramba, mais na alma do que no rosto”, afirmou. “A conduta pessoal dele em relação aos adversários é feia, destrutiva, impede o diálogo”, completou.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *