A violência no Rio de Janeiro é um grande desafio que ainda não encontrou respostas. A afirmação é do senador e ex-presidente do Senado,...

A violência no Rio de Janeiro é um grande desafio que ainda não encontrou respostas. A afirmação é do senador e ex-presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Segundo ele, os incessantes ataques do último fim de semana mostram que há muito o que se mudar, principalmente em termos de segurança. “Todos os esforços feitos pelos governos estadual e federal e  tudo o que foi mobilizado não foram suficientes para encontrar uma solução, de forma que não se pode dizer que o Rio está coma  violência amenizada”.

Para Garibaldi, “fizemos progressos governamentais mas, do ponto de vista da segurança, está provado que não bastam”.

Ainda de acordo com o parlamentar, faltou investimento no setor para que o problema não se agravasse. “Agora que a situação é gravíssima, um aumento no investimento não vai se fazer em face disso”, argumentou ao dizer que “a sofisticação e a prática da violência alcançaram índices inimagináveis”. “Não será qualquer investimento que dará conta do recado”.

Garibaldi defendeu o governador Sérgio Cabral e afirmou que se o político soubesse a solução para os problemas do Rio, já teria se mobilizado para acabar com todos eles. E adiantou que a entrada do Exército na causa não resolverá o impasse vivido entre a polícia carioca e traficantes. “Não estou sendo catastrófico. O problema é que é grave mesmo”, disse o peemedebista ao contar que há pessoas querendo “criar um clima para evitar a realização dos Jogos Olímpicos de 2016”.

 

 

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *