O desejo de alguns parlamentares de esclarecer o suposto encontro entre a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e a ex-secretária da Receita Federal, Lina Maria...

O desejo de alguns parlamentares de esclarecer o suposto encontro entre a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e a ex-secretária da Receita Federal, Lina Maria Vieira, vai ter que ficar para depois.

É que a Comissão de Constituição e Justiça rejeitou hoje os requerimentos que convidavam as duas a explicar o episódio, provavelmente ocorrido em outubro de 2008.

Lina Maria Vieira afirma que a ministra Dilma pediu para acelerar as investigações que envolviam a família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Dilma nega veementemente o caso, já deu o assunto por encerrado e desafia a ex-secretária a provar o contrário.

E provas Lina diz ter. Recentemente, anunciou que encontrou a tal agenda com um esboço de  marcação do dia e da hora do encontro.

Mas a quaestão parece mesmo ter ganho um fim, já que 9 dos 13 senadores presentes à reunião do colegiado rejeitaram os dois requerimentos. Essa maioria é composta por membros da base, que conseguiram o que queriam em mais uma manobra do governo.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *