Enquanto isso, aqui no Planalto Central, há um Deus-nos-acuda na saúde. Os políticos locais só investem naquilo em que podem auferir propinas pesadas. Esse...

Enquanto isso, aqui no Planalto Central, há um Deus-nos-acuda na saúde. Os políticos locais só investem naquilo em que podem auferir propinas pesadas. Esse governo do Arruda é o fim da picada. O fim mesmo.

Minha filha Bruna foi picada por uma aranha armadeira marrom no dedo do pé. Procurou atendimento emergencial em um hospital privado. A armadeira é uma aranha muito peçonhenta, o que justificou a cautela. Foi atendida no Santa Lúcia às 10h15 da manhã. A seguir, foi encaminhada para o HRAN, que é segundo maior hospital do DF. Chegou lá pouco antes da hora do almoço. Só foi atendida depois das 9 horas da noite.

Se tivesse sido vítima de um veneno letal, provavelmente estaria irrecuperável.

Esperar dez horas por uma porcaria de atendimento é um crime. Mas é assim que o cidadão é tratado na capital da República.

Espero que a sua família não precise passar por esse tipo de situação. Como animais peçonhentos são comuns em Brasília, compre galinhas, crie lagartichas e estoque soros anti-ofídico e anti-aradcnídeo.

E se algum político lhe der uma mordida, não perca tempo: adminstre você mesmo o remédio contra a peçonha antes que seja tarde.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *