O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou na manhã desta quarta-feira que o ministério está fazendo uma revisão detalhada de sua estratégia de...

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou na manhã desta quarta-feira que o ministério está fazendo uma revisão detalhada de sua estratégia de combate ao vírus da gripe suína –a gripe A (H1N1). Ele falou à imprensa após participar de evento da OMS (Organização Mundial da Saúde) no Rio.

Segundo Temporão, a empresa que fabrica o Tamiflu (oseltamivir) –a farmacêutica suíça Roche– será responsável pelo retorno do remédio às farmácias.

“Evidente que estamos revendo a questão da dispersão do medicamento. É claro que isso vai depender da empresa que fabrica o remédio, que não teve condições de manter a oferta que o governo precisava comprar e ao mesmo tempo manter o medicamento nas farmácias. A empresa que vai ter que dizer se vai ter condições.”

Assim que surgiram os primeiros casos de gripe suína no Brasil, a Roche priorizou o atendimento à demanda do Ministério da Saúde, que chegou formalizar um pedido à farmacêutica. Sobre as declarações desta quarta, empresa afirmou que a produção do Tamiflu já está em capacidade máxima e que manterá como prioridade atender os pedidos do ministério.

Temporão disse também que o Ministério da Saúde vai ter que tomar providências para evitar a automedicação e a compra sem receita médica do Tamiflu. O ministro prevê, inclusive, que as receitas fiquem retidas na farmácia, à exemplo de prática já adotada na venda de remédios controlados.

“Isso é fundamental, porque já foram detectados em vários países do mundo casos de resistência ao Tamiflu, que é a única arma que nós temos, além da vacina, que poderemos contar a partir do ano que vem.”

Este maior controle na venda do Tamiflu, segundo Temporão, será discutido na próxima reunião da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O órgão, responsável pela regulação do mercado farmacêutico, confirmou a informação.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *