Da Folha Online. O governador José Serra (PSDB) aumentou hoje o tom das críticas contra as explicações do governo Lula para o apagão que...

Da Folha Online.

O governador José Serra (PSDB) aumentou hoje o tom das críticas contra as explicações do governo Lula para o apagão que atingiu 18 Estados do país entre a noite de terça-feira e a madrugada de quarta-feira. Ontem, os ministros Dilma Rousseff (Casa Civil) e Edison Lobão (Minas e Energia) disseram ontem que o problema já estava superado.

Serra disse hoje que o problema não se supera por decreto. “Evidente que o problema não está encerrado. […] O problema não está encerrado por decreto, infelizmente. Seria bom até fazer decreto e não haver problema. Pelo contrário, o problema continua e a falta de explicação só aumenta a ansiedade.”

O governador de São Paulo criticou as explicações dadas pelo Planalto para o apagão. Dilma e Lobão atribuíram o blecaute a fenômenos meteorológicos, como raios e chuva.

“‘Para começar, não se sabe direito o que aconteceu. Se foi realmente uma ventania e um raio, a explicação denota situação gravíssima porque basta uma ventania ou raio para paralisar todas as turbinas de Itaipu e o abastecimento de energia em 18 Estados”, disse.

Serra comparou a situação do governo Lula com a guerra do Vietnã. “Isso [as explicações para o apagão] me lembrou a história de um senador americano sobre o Vietnã e que não sabia como sair da situação. Ele disse: declare-se a vitória e as tropas abandonam o Vietnã.”

O governador criticou ainda a falta de investimentos do Planalto no setor elétrico. “Evidente que falta investimento e qualidade na manutenção, se não, não teria ocorrido.”

Ele também minimizou a crise energética que atingiu o governo tucano de Fernando Henrique Cardoso. “Falam que no final dos anos 90 ocorreu também. Passaram-se mais de 10 anos, período suficiente para as coisas serem consertadas.”

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *