Gabriela Guerreiro, da Folha Online. A população brasileira aprova uma chapa “puro sangue” do PSDB nas eleições presidenciais de 2010 de acordo com a...

Gabriela Guerreiro, da Folha Online.

A população brasileira aprova uma chapa “puro sangue” do PSDB nas eleições presidenciais de 2010 de acordo com a pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira. A pesquisa mostra que uma chapa integrada pelos governadores José Serra (PSDB-SP) e Aécio Neves (PSDB-SP) para presidente e vice-presidente da República derrotaria candidatos governistas em todos os cenários apontados pela sondagem.

A pesquisa mostra que, com Serra na cabeça de chapa e Aécio na vice, o PSDB venceria as eleições com 35,8% dos votos, seguido pela chapa Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB), que receberia 23,9% dos votos.

Em terceiro lugar aparece a chapa integrada pelo deputado Ciro Gomes (PSB) na presidência, e o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), na vice-presidência, com 16,1% dos votos. A chapa da senadora Marina Silva (PV) com o empresário Guilherme Peirão Leal (Natura) receberia 5,2% dos votos. Outros 19,2% dos eleitores não responderam ou votariam em branco/nulo.

A CNT/Sensus mostra que, se Aécio sair como cabeça de chapa, a dupla tucana também venceria a disputa direta com Dilma e Temer.

Segundo a pesquisa, a chapa Aécio-Serra receberia 31% dos votos, seguida por Dilma-Temer, com 22,6% dos votos. Em terceiro lugar aparece a chapa Ciro-Lupi, com 18,1%, seguidos por Marina-Leal, com 5,3%. Os votos de indecisos, brancos e nulos somam 23,1%.

A pesquisa também mostra que, se Aécio decidir formar uma chapa com Ciro, a dupla venceria com folga a disputa de 2010 –com Serra fora do páreo. Segundo a CNT/Sensus, a chapa com Aécio na presidência e Ciro na vice receberia hoje 32,4% dos votos, seguida por Dilma-Temer, com 26,6%. Em terceiro lugar, Marina e Leal receberiam 8,3% dos votos, enquanto 32,8% se mostraram indecisos, ou votaram em branco/nulo.

Na semana passada, Ciro disse publicamente que abriria mão da disputa se Aécio entrar na corrida pelo Palácio do Planalto. Os pré-candidatos não descartaram uma chapa PSDB-PSB, mas Ciro reiterou sua disposição de disputar a presidência da República se Aécio não for candidato pelo PSDB.

Rejeição

A pesquisa mostra que a chapa “puro sangue” do PSDB é a que registra menor rejeição entre os eleitores brasileiros. Segundo a CNT/Sensus, apenas 25,6% não votariam na chapa Serra-Aécio, enquanto na chapa Aécio-Serra a rejeição seria de 27,6%. A chapa Dilma-Temer registrou índice de rejeição de 36,3%, enquanto a capa Ciro-Lupi registrou rejeição de 33,5%. A chapa com maior rejeição é a encabeçada por Marina que, junto com Leal, teve rejeição de 45,3% dos eleitores. A eventual chapa Aécio-Ciro teve rejeição de 31,7% dos eleitores.

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 16 e 20 de novembro, em 136 municípios de 24 Estados. Foram ouvidas 2.000 pessoas, e a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou menos.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *