Sintomas da crise. A semana começa com duas péssimas notícias que têm como fonte o IBGE. A primeira dá conta de que o nível...

Sintomas da crise. A semana começa com duas péssimas notícias que têm como fonte o IBGE. A primeira dá conta de que o nível de emprego industrial continua despencando. A segunda acusa uma inédita redução na área plantada que fará com que a safra de grãos deste ano seja menor do que a de 2008.

A projeção sobre a redução da safra agrícola foi apontada pela quinta estimativa do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do IBGE, divulgada agora pela manhã. Soja e milho, as duas principais commodities agrícolas brasileiras, terão a produção reduzida e 4,5% e 13,8%, respectivamente.  Num período de preços depreciados das commodities, o mau desempenho da safra de 2009 vai impactar o saldo comercial ao final de 2009.

Mas o consumidor também deverá perceber os efeitos no orçamento doméstico. A produção de feijão estimada será 7,2% menor este ano. Mas esses efeitos podem ser mitigados pelo bom desempenho da rizicultura, que vai produzir 10% mais este ano.

Entre os ítens pesquisados pelo IBGE, 15 terão variação negativa e dez, positiva. A íntegra do levantamento pode ser acessa aqui.

Com relação ao nível de emprego industrial, o IBGE acusou a sétima queda consecutiva. Em maio, a indústria brasileira fechou 0,7% dos postos de trabalho. Nos últimos sete meses o segmento acumula -5,6%, menor índice desde o início da coleta de dados da pesquisa.

Clique aqui para conhecer a íntegra da pesquisa.

 

 

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *