O governador José Roberto Arruda (DEM-DF) afirmou ontem, por meio de nota, que o valor de seu patrimônio pessoal passou de R$ 682,5 mil,...

O governador José Roberto Arruda (DEM-DF) afirmou ontem, por meio de nota, que o valor de seu patrimônio pessoal passou de R$ 682,5 mil, em 2007, para R$ 1 milhão, no ano passado -um avanço de 46%.
Ele divulgou sua declaração de Imposto de Renda com a lista de bens que compõem seu patrimônio. Não consta nenhum haras ou imóvel rural.
Em depoimento ao Ministério Público do DF, Durval Barbosa, que revelou o mensalão do DEM, disse que o governador comprou um haras (propriedade rural) em nome de um laranja. O democrata nega.
A elevação do patrimônio “decorreu da venda de um apartamento de sua propriedade em Itajubá (MG) por R$ 300 mil, cujo valor nominal declarado no Imposto de Renda, histórico, sem correção há muitos anos, era de R$ 19.431,24”, informou a assessoria de Arruda.
O governador disse ainda que o valor obtido com a venda foi investido na compra de salas no centro de Brasília. “Não há nenhuma outra elevação de patrimônio. O governador não tem e nunca teve qualquer propriedade rural”, disse a assessoria.
Em depoimento, Barbosa disse que o haras foi comprado em nome de uma pessoa conhecida como Severo.
Na semana passada, a Folha localizou o haras Sparta, em Planaltina, a 90 km de Brasília, comprado em 2008 no valor de R$ 500 mil por Severo de Araújo Dias. Ele nega ser laranja.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *