O TSE confirmou agora há pouco que o ainda governador do DF, José Roberto Arruda, acusado pela Polícia Federal de ser o chefe do...

O TSE confirmou agora há pouco que o ainda governador do DF, José Roberto Arruda, acusado pela Polícia Federal de ser o chefe do esquema do panetonegate, deu entrada em um mandado de segurança para tentar evitar sua expulsão iminente do DEM.

O Ministro Fernando Gonçalves, que deveria relatar o caso, se declarou impedido. No STJ, Gonçalvez foi o juiz que autorizou as ações de busca e apreensão e as gravações em que Durval barbosa trata do gerenciamento da propina com o ainda governador.

O mandado de segurança deve ser relatado pela Ministra Carmem Lúcia. A decisão pode sair já nas próximas horas.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *