{vimeo}8087713{/vimeo}   O ainda governador do Distrito Federal José Roberto Arruda enviou um ofício à secretaria de Segurança em que praticamente legitima a selvageria...

{vimeo}8087713{/vimeo}

 

O ainda governador do Distrito Federal José Roberto Arruda enviou um ofício à secretaria de Segurança em que praticamente legitima a selvageria de sua polícia contra os estudantes do movimento Fora Arruda.

No texto dúbio não há uma única frase de censura. Arruda se limita a reconhecer que os movimentos são legítimos, mas lembra que “o direito dos manifestantes termina onde começa o direito dos cidadãos de ir e vir” .

A ação violenta da Cavalaria e da Tropa de Choque causou indignação, revolta e provocou manifestações explícita de repúdio. Para o Senador Pedro Simon, o caso recomendaria a demissão imediata do comandante. Para os caciques do DEM, partido ao qual Arruda era até ontem filiado, a violência foi “absurda, desnecessária e injustificável”

Veja, acima, video feito por um dos manifestantes em que o comandante da PM agride fisicamente um estudante. Em seguida, os soldados da tropa de choque disparam balas de borracha à queima-roupa. Abaixo, o ofício de Arruda.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *