A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal protocolou as três primeiras petições para a instauração de processos que visam a...

A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal protocolou as três primeiras petições para a instauração de processos que visam a cassação do mandato dos deputados distritais Leonardo Prudente, presidente licenciado da Câmara do DF, Eurides Brito e Junior Brunelli. Prudente foi flagrado enchendo os bolsos e as meias com maços de dinheiro de propina distribuídos por Durval Barbosa, o denunciante do panetonegate. Eurides Brito é aquela deputada que tranca a porta do gabinete do mesmo Durval para encher sua bolsa de dinheiro. E Junior Brunelli é quem conduz a chamada “oração da propina”, talvez a cena mais insólita registrada pelas cameras ocultas do ex-secretário de assuntos institucionais do ainda governador Arruda.

Ainda esta semana a presidente da OAB pretende ingressar com mais nove ações contra os demais denunciados — deputados Rogério Ulysses (PSB), vice-presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar; Benício Tavares (PMDB), ex-presidente da Câmara Legislativa; Benedito Domingos (PP), ouvidor da Câmara LegislativaTecnologia, Turismo e Meio Ambiente; Rôney Nemer (PMDB), integrante das Comissões de Constituição e Justiça; Aylton Gomes (PMN), licenciado e atual administrador de Planaltina; e dos suplentes em exercício Pedro do Ovo (PRP) e Berinaldo Pontes (PP).

A OAB pretende impedir que os parlamentares que supostamente fazem parte do esquema de corrupção votem no processo de impeachment aberto contra o governador Arruda.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *