Do Blog do Fernando Rodrigues É difícil entender o que acontece com Brasília. Mas os números da última pesquisa Datfolha ajudam um pouco. Como...

Do Blog do Fernando Rodrigues

É difícil entender o que acontece com Brasília. Mas os números da última pesquisa Datfolha ajudam um pouco.

Como se sabe, o atual governador José Roberto Arruda (ex-PSDB, ex-DEM e agora sem partido) foi abatido pelo mensalão do DEM. Foi flagrado recebendo dinheiro vivo não contabilizado. Está fora da disputa pelo governo em 2010.

Arruda se liquefez eleitoralmente. E o que surgiu no lugar? Joaquim Roriz (PSC), que segundo o Datafolha é o candidato favorito para vencer a disputa pelo governo de Brasília, sem nem mesmo a necessidade de haver segundo turno. Ele tem de 44% a 48% das intenções de voto, o que equivale a mais da metade de todos os seus adversários somados –não importando o cenário.

Parece que os habitantes do Distrito Federal estão, por enquanto, desconsiderando o fato de que o mensalão do DEM e de Arruda envolve muitos integrantes do governo anterior, comandado por Roriz. Aliás, alguns dos vídeos desse escândalo foram gravados durante a administração Roriz

E de onde vem a força de Roriz? As tabelas abaixo, com a divisão da intenção de votos por sexo, faixa de renda e escolaridade mostram o mapa da mina do atual favorito em Brasília:

1) renda – Roriz tem um apoio enorme na população de baixa renda, entre os eleitores que ganham só até 2 salários mínimos por mês. Nessa faixa, Roriz varia de 51% a 57% das intenções de votos. Já entre os mais ricos, os eleitores que recebem mais de 10 salários mínimos, a intenção de voto pró-Roriz varia de 28% a 33%.

2) escolaridade – quem tem pouco estudo vota mais em Roriz do que em qualquer outro candidato. Entre os eleitores com o nível fundamental, o candidato do PSC pontua de 53% a 58%. Já entre os que têm nível superior, o apoio a Roriz varia de 19% a 24%.

Eis as tabelas:

 


Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *