O avião radar R-99 da FAB já esquadrinnhou, com seus sensores, 1.019.548 quilômetros quadrados da área em que se acidentou ao Airbus A-330 da Air...

O avião radar R-99 da FAB já esquadrinnhou, com seus sensores, 1.019.548 quilômetros quadrados da área em que se acidentou ao Airbus A-330 da Air France. Os 43 corpos retirados da água ainda não foram indentificados. Técnicos e peritos começam a montar o enorme quebra-cabeça com os parcos pedaços localizados no mar. Eles podem contar a história da tragédia e ajudar a aprimorar a segurança dos transportes aéreos. Ou moldar o enigma da história insondável perdido para sempre nas águas quentes do Atlântico.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *