Folha de S. Paulo Manchete: Copa no Brasil em 2014 já custa mais que África-2010 Ainda incompleta, estimativa do país ultrapassa os R$ 17...

Folha de S. Paulo

Manchete: Copa no Brasil em 2014 já custa mais que África-2010

Ainda incompleta, estimativa do país ultrapassa os R$ 17 bilhões, contra R$ 8 bi do Mundial deste ano

A quatro anos e meio de seu início, a Copa no Brasil já estima gastar – apenas com estádios e transporte – mais que o dobro de todo o Mundial da África do Sul, informa Rodrigo Mattos.

A lista preliminar divulgada pelo governo relaciona 59 obras, sendo 12 estádios.

O Mundial brasileiro terá mais sedes e mais arenas que o africano, o que justificaria, proporcionalmente, aumento de um terço no investimento total. As previsões do Brasil, porém, já ultrapassam em 120% o custo da Copa-2010, e a diferença ainda deve aumentar. (págs. 1 e D1)

Governo quer transformar país em centro financeiro da AL

Governo e empresas planejam tornar o Brasil referência financeira na América Latina. Para que o país concentre o fluxo de recursos da região, estão sendo estudadas mudanças cambiais, tributárias e de funcionamento de mercados.

Com isso, empresas de países vizinhos poderão abrir capital na Bolsa brasileira e, ainda, distribuir suas aplicações em vários mercados mundo afora. (págs. 1 e B1)

Leia coluna de Vinícius Torres Freire sobre o projeto à pág. B4

Fernando de Barros e Silva: Meirelles ganha espaço como ideal avalista de Dilma

Com seu jeitão de ET no meio da petelândia, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, sobreviveu, tornou-se um dos esteios do lulismo e começa a ser visto como contraponto ideal a uma candidata que militou na luta armada. Talvez seja para Dilma o que a Carta ao Povo Brasileiro foi para Lula em 2002. (págs. 1 e A2)

Rússia se junta ao Ocidente na condenação ao Irã

Em carta à AIEA (agência nuclear ligada à ONU) revelada ontem, a Rússia oficializou a adesão a EUA e França na condenação à suposta escalada nuclear do Irã. Isso reforça o cerco diplomático ao país pela aplicação de novas sanções no Conselho de Segurança. O Irã alega fins apenas pacíficos. (págs. 1 e A9)

Saúde:

Cura do câncer de mama depende de mais educação, diz especialista. (págs. 1 e C9)

Setores veem alta de 2 dígitos com Mundial

No ano da Copa na África do Sul, fabricantes de cerveja, televisão e artigos esportivos reforçam produção e propaganda para alcançar um crescimento de pelo menos 10%. O setor de publicidade prevê expansão de 10% e 12%. (págs. 1 e B3)

Editoriais

Leia “Mito e realidade”, sobre lentidão da Justiça; e “Sobram vagas”, acerca da escassez de mão de obra qualificada. (págs. 1 e A2)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *