Manchete: Ele jurou sair… Desistiu e ficou. Até quando? Em apenas algumas horas, Paulo Octávio irritou o presidente Lula, contrariou a cúpula do DEM,...

Manchete: Ele jurou sair… Desistiu e ficou. Até quando?

Em apenas algumas horas, Paulo Octávio irritou o presidente Lula, contrariou a cúpula do DEM, desorientou aliados governistas e surpreendeu a todos os que esperavam a renúncia. Após dar sinais claros, pela manhã, de que se afastaria do GDF, anunciou à tarde que continua à frente do Buriti enquanto a Justiça não se pronunciar sobre a prisão de Arruda. Paulo Octávio tenta sensibilizar os meios políticos a fim de obter apoio. Mas, investigado no escândalo da propina, tem dificuldade em montar um governo, está minado na Câmara Legislativa e é rejeitado pelo partido. Para evitar a expulsão do Democratas, vai entregar o pedido de desfiliação. (págs. 1 e 25 a 27)

Câmara acolhe pedidos de impeachment

Por unanimidade nas duas votações, a Comissão de Constituição e Justiça aceitou os pedidos de impeachment contra José Roberto Arruda e Paulo Octávio. Aliados são maioria na comissão especial que vai analisar ações contra o governador afastado. (págs. 1 e 29)

Wilson Lima posou de governador

Uma hora antes do discurso de Paulo Octávio, o presidente da Câmara já contava com a renúncia do governador em exercício. Às 16h, em entrevista ao Correio, Lima antecipou as primeiras medidas de sua administração e até cogitou morar na residência oficial do GDF, em Águas Claras. (págs. 1 e 28)

Mais regras para crianças nos carros (págs. 1 e 11)

Calor no DF faz a alegria do comércio (págs. 1 e 35)

Desaparecidos

Dez dias após ordem do ministro da Justiça, a PF se une à polícia goiana nas buscas em Luziânia. (págs. 1 e 31)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *