Vinícius de Oliveira, o bebê que desde ontem está morrendo na fila da UTI do HMIB, hospital público de Brasília, continua sem tratamento. A...

Vinícius de Oliveira, o bebê que desde ontem está morrendo na fila da UTI do HMIB, hospital público de Brasília, continua sem tratamento. A criança tem um problema no abdômen e tem todas as chances de sobreviver se conseguir leito numa unidade de terapia intensiva e passar por uma cirurgia simples.

O pai dele, André Oliveira, ajuizou uma ação com o auxílio da Defensoria Pública do Distrito federal. O caso está sendo acompanhado pela imprensa de Brasília. Apesar disso tudo, o menino continua padecendo e vai morrer se não conseguir tratamento.

Boa parte do orçamento da saúdo do DF foi desviado para sustentar o esquema de corrupção da quadrilha de Arruda e seus braços colaterais. É por isso que os hospitais estão caóticos e nunca há um leito para quem precisa.

É a corrupção que mata fazendo mais uma vítima. Uma tristeza!

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *