da Folha de S.Paulo, em Brasília A ministra da Casa Civil e candidata à sucessão de Lula, Dilma Rousseff, receberá um salário do PT...

da Folha de S.Paulo, em Brasília

A ministra da Casa Civil e candidata à sucessão de Lula, Dilma Rousseff, receberá um salário do PT depois que deixar o cargo no final do mês para disputar as eleições. A informação foi confirmada pelo presidente nacional da sigla, José Eduardo Dutra.

O mais provável é que ela receba uma remuneração de cerca de R$ 10 mil, valor próximo ao que recebe como ministra –R$ 10.748 brutos. Segundo Dutra, o valor não foi definido.

De acordo com o presidente da sigla, Dilma sairá da Casa Civil em 29 ou 30 de março. Em seu lugar assumirá a secretária-executiva, Erenice Guerra, braço direito da candidata.

O PT também alugará dois imóveis para Dilma em Brasília: um escritório político e uma casa. Ao deixar a Casa Civil, Dilma perderá o direito de usar uma casa do governo no Lago Sul –área nobre, onde também ficarão os dois novos imóveis.

O comitê central da campanha também ficará em Brasília, mas será alugado mais à frente.

O PT faz uma análise jurídica para saber se a ministra também precisará deixar o cargo no conselho de administração da Petrobras. A tendência é que ela deixe todos os postos.

A legislação eleitoral exige a saída dos cargos no Executivo daqueles que disputarão eleições em outubro. O prazo é de seis meses antes do pleito.

Já há precedentes no PT de pagamento de salários a candidatos e dirigentes do partido. Os que se dedicam em tempo integral recebem cerca de R$ 10 mil mensais. Dirigentes com outras fontes de renda, não.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *