Com informações da Revista Carta Capital O “empresário” Gilmar Mendes tem prosperado nos negócios. Desde que assumiu a presidência do Supremo Tribual Federal, a...

Com informações da Revista Carta Capital

O “empresário” Gilmar Mendes tem prosperado nos negócios. Desde que assumiu a presidência do Supremo Tribual Federal, a escola dele, o Instituto Brasiliense de Direito Público, vem expandindo a quantidade de contratos com órgãos públicos.

Só nos primeiros seis meses deste ano, o faturamento chegou a quase R$ 600 mil, cerca de R$ 400 mil a mais do que ganhava quando Mendes era apenas ministro.

No corpo docente do curso, estão procuradores da República, auditores e até ministros.

 

Leia a íntegra da notícia no site da Carta Capital clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *