Do Blog do Noblat   Descoberto mais um afilhado político de José Sarney (PMDB-AP) que faz parte da folha de pagamento do Senado. Anote...

Do Blog do Noblat

 

Descoberto mais um afilhado político de José Sarney (PMDB-AP) que faz parte da folha de pagamento do Senado. Anote o nome: Raimundo Nonato Quintiliano Pereira Filho.

Está lotado desde 1995 no gabinete de senador que foi de Edison Lobão (PMDB-MA), atual ministro das Minas e Energia por indicação de Sarney, e que agora é de Edison Lobão Filho (PMDB-MA).

Pereira Filho ganha em torno de R$ 3.200,00 mensais, segundo me confirmou há pouco por telefone Lobão Filho. Mas não dá um único dia de trabalho no Senado.

O que faz Pereira Filho?

Ele é Diretor Administrativo/Financeiro da Fundação José Sarney, em São Luis, e também coordenador de eventos. Preside ainda a Associação dos Amigos do Bom Menino, ligada à Fundação.

Pode ser encontrado durante alguns dias da semana no Convento das Mercês, construção do século XVII, inaugurado com um sermão do padre Antônio Vieira, um dos mais notáveis pregadores da Cristandade.

É no convento que funciona a Fundação José Sarney, uma espécie de memorial do atual presidente do Senado que reune ali tudo que diga respeito à sua trajetória política – livros, condecorações, documentos e até o carro que usou quando foi presidente da República entre 1985 e 1989.

No final dos anos 80, o convento estava em ruínas. Sua recuperação custou R$ 10 milhões ao então governador do Maranhão Epitácio Cafeteira – que em seguida o doou à Fundação da Memória Republicana, criada por Sarney. Mais tarde, a fundação adotou o nome do seu criador.

A Constituição proibe a doação de bens públicos.

Lobão Filho levou um susto quando lhe telefonei no meio da tarde:

Quem é Raimundo Nonato Quintiliano Pereira Filho?

Quem?

Raimundo Nonato Quintiliano Pereira Filho

Não sei quem é.

É funcionário do gabinete do senhor.

Do meu? Não conheço.

Dê uma olhadinha aí por mim. Raimundo trabalha na Fundação José Sarney, em São Luis.

Vou ver e lhe telefono.

Há pouco, Lobão Filho me telefonou. Confirmou o que eu já sabia. “Ele presta serviços ao meu pai no Maranhão”, justificou. “E deve prestar serviços também a Sarney”.

Bingo! Lobão Filho está certo.

 

Para ler a íntegra do Blog do Noblat clique aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *