Esclarecimentos:  Jamais disse que era “fantasma involuntária” do gabinete do senador Hélio Costa, aliás muito ao contrário, admiti que trabalhei no gabinete. Afirmei que...

Esclarecimentos: 

Jamais disse que era “fantasma involuntária” do gabinete do senador Hélio Costa, aliás muito ao contrário, admiti que trabalhei no gabinete.

Afirmei que não era assessora de imprensa nos moldes que você me questionou, porque meu trabalho para o Senador consistia em gravar matérias radiofônicas e enviar para as rádios de cidades do interior de Minas Gerais.

Disse que mantinha relação profissional com o Senador enquanto era correspondente da rádio Itatiaia em Brasília, empresa pela qual mantenho profundo respeito e admiração. Sou grata ao senador Hélio Costa que sempre me tratou com muita ética, respeito e dignidade. 

Meus diretores sabiam desta contratação, pois nunca impediram repórteres de fazerem outros trabalhos que não tivessem conflito ético, como o descrito acima. 

Lembra que no início da conversa você tentando me atualizar sobre os últimos acontecimentos afirmou que “Brasília estava uma bagunça” e aproveitando seu comentário disse que “tinha me desiludido com a capital federal justamente por tantos escândalos de corrupção e que isso pedi demissão para alçar novos vôos”, o que fiz e tenho sido muito feliz por isso”. 

Espero que publique! 

Leid Carvalho

 

Resposta do Blog: A matéria está integralmente mantida. A versão apresentada aqui difere da que foi objeto da conversa. O próprio senador Wellington Salgado já admitiu que Leid jamais prestou qualquer serviço ao gabinete, embora tenha ficado lotada lá por mais de três anos depois que ele assumiu.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *