Presidente José Sarney volta atrás e decide suspender comissão de sindicância que apuraria a existência de duas contas bancárias paralelas à única do Tesouro...

Presidente José Sarney volta atrás e decide suspender comissão de sindicância que apuraria a existência de duas contas bancárias paralelas à única do Tesouro Nacional, que é aberta para movimentação de recursos de fundos vinculados ao órgão.

A decisão foi tomada depois que o Sistema de Processamento de Dados da Casa divulgou nota explicando a origem das contas. Elas estariam devidamente contabilizadas e fiscalizadas pelo Tribunal de Contas.

De acordo com a Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, o saldo verificado nelas é superior a R$ 3,7 milhões.

Sarney determinou a suspensão imediata dessas contas bancárias e o recolhimento do valor disponibilizado à conta única do tesouro. Ele também quer explicações da diretoria geral da Casa sobre o assunto.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *