O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) pode ir se preparando. O PSOL promete entrar amanhã com uma representação contra o parlamentar no Conselho...

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) pode ir se preparando. O PSOL promete entrar amanhã com uma representação contra o parlamentar no Conselho de Ética da Casa. O partido vai protocolar o pedido alegando a quebra de decoro parlamentar do político.

Esta tarde, o líder tucano Arthur Virgílio anunciou que entrou com denúncia no colegiado para que Sarney seja investigado por participação em nomeações e exonerações de parentes e apadrinhados através dos conhecidos “atos secretos”, além da participação do neto, José Adriano Sarney, em intermediação de empréstimo com descontos a servidores.

O senador afirmou ainda em plenário que Sarney não tem condições morais de continuar à frente da Casa, discurso já usado pelo colega Cristovam Buarque (PDT-DF) que, inclusive, sugeriu o afastamento do ex-presidente da República dos trabalhos da Casa.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *