O presidente do Senado, José Sarney, perdeu hoje mais um aliado. É que o Partido Democratas decidiu que não vai mais apoiar o parlamentar,...

O presidente do Senado, José Sarney, perdeu hoje mais um aliado. É que o Partido Democratas decidiu que não vai mais apoiar o parlamentar, que tem sido acusado de ser um dos responsáveis pela crise que assola a Casa há mais de quatro meses.

Por 10 votos a três a decisão foi tomada. Os únicos parlamentares que se sinalizaram a favor de Sarney foram o primeiro secretário, Heráclito Fortes, e os senadores Eliseu Resende e Antonio Carlos Magalhães Junior.

O DEM defendeu ainda o afastamento de José Sarney da presidência do Senado, enquanto durarem as investigações de contratações e exonerações de parentes através dos atos, além das denúncias sobre a participação do neto dele em esquemas de empréstimos e contratos de seguro a servidores.

Esta decisão ainda vai ser anunciada ao presidente Sarney durante uma audiência entre ele e o partido.

Agora há pouco, esteve reunida na Casa a bancada do PSDB para anunciar as medidas que a legenda deve tomar daqui para frente. O anúncio está previsto para acontecer logo mais, às quatro da tarde, em plenário.

Já o PMDB debate neste momento o futuro de Sarney.

O encontro entre petistas, por vez, está marcado para o início da noite de hoje.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *