Do Blog do Noblat     Os senadores Aloizio Mercantes (SP), líder do PT, e Ideli Salvatti (SC), lider do governo no Congresso, estão...

Do Blog do Noblat

 

 

Os senadores Aloizio Mercantes (SP), líder do PT, e Ideli Salvatti (SC), lider do governo no Congresso, estão reunidos neste momento com o colega José Sarney na casa dele, no Lago Sul de Brasília.

Foram dizer a Sarney que a bancada do partido, por larga maioria de votos, decidiu ontem à noite recomendar que ele se licencie da presidência do Senado.

O resto da bancada está de prontidão no prédio do Senado à espera da volta dos dois senadores com a resposta de Sarney.

Nos cálculos dos senadores do PT, foi difícil, mas o partido conseguiu se recuperar dos efeitos devastadores do escândalo do mensalão.

Só lhe faltava agora, a pouco mais de um ano de eleições gerais, arcar com o custo político de sustentar Sarney no cargo.

Com ou sem razão, Sarney virou o símbolo da mais grave crise da história do Senado. E o PT quer manter uma distância razoável dele.

O líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), avisou aos colegas que fazem tudo o que ele manda que a ordem a partir de hoje é confrontar em plenário o senador Arthur Virgílio (AM), líder do PSDB.

Renan identifica em Virgílio o principal responsável pela situação de fragilidade política em que se encontra Sarney. Virgílio é quem tem cobrado com maior insistência o afastamento de Sarney do cargo de presidente.

Leia a íntegra da notícia no Blog do Noblat clicando aqui.

 

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *