Bruno se entrega e polícia ainda busca corpo de ElizaExame mostra que sangue no carro era da ex-amante O goleiro Bruno e seu amigo...

Bruno se entrega e polícia ainda busca corpo de Eliza
Exame mostra que sangue no carro era da ex-amante

O goleiro Bruno e seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, se entregaram ontem à polícia, no Rio, horas após terem prisão decretada. Os dois e o adolescente J., primo de Bruno, foram indiciados pelo sequestro de Eliza Samudio, de 25 anos, ex-amante do goleiro e desaparecida desde 4 de junho. Anteontem, l. afirmou que Eliza foi sequestrada no Rio e morta em Contagem (MG). “Bruno está indiciado como mandante do sequestro, os outros dois como executores”, disse o delegado Felipe Ettore. A polícia de MG anunciou que o sangue encontrado no carro de Bruno é de Eliza. (Págs. 1 e Cidades C1, C3 e C4)

Foto legenda: Preso. Bruno chega à delegacia na Barra da Tijuca, no Rio

Programa de Dilma mantém crítica à mídia
A arrumação feita às pressas, na semana passada, no plano de governo da candidata Dilma Rousseff (PT) eliminou polêmicas, mas preservou propostas radicais. A principal delas critica a mídia e fala em
“acesso à comunicação, socialização dos bens culturais”. (Págs. 1 e Nacional A8)

Saída de dólares cresce e é a maior desde a crise
Após meses de calmaria, a crise internacional voltou a afetar o mercado brasileiro em junho. Fatores como a possibilidade de rebaixamento da Espanha por agências de risco fizeram com que US$ 4,27 bilhões deixassem o País, o pior resultado desde dezembro de 2008. (Págs. 1 e Economia B1)

Krugman reticente
O economista disse ao estadão.com.br que há otimismo exagerado sobre o Brasil. (Págs. 1 e Economia B5)

Inflação zero reabre discussão sobre (Págs. 1 e Economia B4)

União Europeia fecha portas à madeira ilegal (Págs. 1 e Vida A18)

Dora Kramer :Não vale o escrito
Serra e Dilma perderam a chance de dar espaço nobre aos programas de governo. (Págs. 1 e Nacional A6)

Fernando Reinach: Arqueologia aberta
O Brasil deveria tornar públicos dados sobre descobertas arqueológicas. (Págs. 1 e Vida A19)

Notas & Informações: Desemprego no mundo rico
Em meio à crise, os países desenvolvidos precisam criar 17 milhões de postos de trabalho. (Págs. 1 e A3)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *