BERNARDO MELLO FRANCO, da Folha de São Paulo O PV marcou para o dia 17, em São Paulo, a convenção que decidirá os rumos...

BERNARDO MELLO FRANCO, da Folha de São Paulo

O PV marcou para o dia 17, em São Paulo, a convenção que decidirá os rumos do partido no segundo turno da eleição presidencial.

Antes do encontro, a candidata derrotada, Marina Silva, vai se reunir com os dois candidatos, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), e entregará um documento com os principais pontos de seu programa que ela espera ver incorporados às plataformas dos ex-concorrentes.

Participarão da convenção cerca de 80 delegados com direito a voto. Por insistência de Marina, 15 vagas serão de colaboradores da campanha, religiosos e militantes do “movimento Marina Silva”, mesmo que não sejam filiados ao PV.

O acordo foi anunciado em entrevista pelo presidente do PV, José Luiz Penna, pelo coordenador da campanha, João Paulo Capobianco, e pelo presidente do PV-RJ, Alfredo Sirkis.

Capobianco deixou em aberto a possibilidade de o PV se declarar neutro, como Marina tem indicado.

“A convenção não é para definir aliança, é para definir posição. Há uma corrente forte que defende a não aliança”.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *