Comitê de Dilma vai ampliar uso de Lula na campanha Exposição do presidente havia sido reduzida para evitar que candidata ficasse em 2° plano;...

Comitê de Dilma vai ampliar uso de Lula na campanha
Exposição do presidente havia sido reduzida para evitar que candidata ficasse em 2° plano; objetivo é frear perda de votos
A campanha de Dilma Rousseff (PT) voltará a recorrer à popularidade do presidente Lula, na TV e em eventos de rua, para tentar estancar a queda verificada nas pesquisas, o programa da petista vinha diminuindo a exposição de Lula, para não ofuscar a candidata.
A coordenação da campanha também decidiu priorizar Minas e São Paulo, para evitar que Dilma perca votos nos maiores colégios eleitorais do país, onde o PSDB venceu os pleitos regionais. Em Minas, a desarticulação dos aliados do governo é vista com preocupação.
Outra mudança foi contratar o Ibope para fazer pesquisas no Sudeste – o Vox Populi vinha sendo o instituto oficial da campanha. A ideia é evitar que alterações relevantes passem despercebidas, como no primeiro turno, e definir estratégias focadas na região. (Págs. 1 e A4)

Foto legenda: Batendo cabeça. Serra põe gelo na testa após pancada em elevador com desnível; aecistas prometem dar ‘sangue’ no 2º turno, mas não garantem vitória em MG. (Págs. 1 e A12)

Tucanos assediam políticos aliados ao governo federal (Págs. 1 e A13)

Gestão ruim diminui a capacidade de aeroporto
O tempo mínimo de conexão é de uma hora em Congonhas; em Midway (Chicago), de 25 minutos, diz estudo da Associação Internacional de Transporte Aéreo.
Em Guarulhos, vai de 90 a 120 minutos; em Gatwick (Londres), são 45. A Infraero responsabiliza empresas. A ineficiência custa por ano até R$ 3 bilhões. (Págs. 1 e B1)

Mina de ouro
As histórias dos 33 mineiros que ficaram presos na mina San José por 70 dias são disputadas na base de gordos cachês por TVs de todo o mundo, relata a enviada Laura Capriglione. Os mineiros discutem como se organizar para a exploração da marca “33”. (Págs. 1 e Mundo, 2)

Para reduzir filas, PF estende horário de agendamento de passaportes (Págs. 1 e C5)

Jornais argentinos alertam sobre risco de falta de papel (Págs. 1 e Mundo, 4)

Fernando de Barros e Silva
Há 25 anos, havia menos cinismo ao usar nome de Deus (Págs. 1 e A2)

Editoriais
Leia “As lições da mina”, sobre o resgate de mineiros no Chile; e
“Acupuntura”, acerca da contratação desse tipo de serviço pelo governo federal. (Págs. 1 e A2)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *