Lula vai ao ataque Presidente defende Dilma; FHC a chama de “duas caras” Diante do cenário desfavorável a Dilma Rousseff no segundo turno, Lula...

Lula vai ao ataque
Presidente defende Dilma; FHC a chama de “duas caras”

Diante do cenário desfavorável a Dilma Rousseff no segundo turno, Lula assumiu a linha de frente em defesa da pupila. Em evento oficial no Piauí, o presidente disse que foi vítima de calúnias em campanhas anteriores. “A quantidade de vezes que tive de responder sobre aborto é enorme. Diziam que eu ia fechar igreja evangélica, fazer isso ou aquilo, que não ia cuidar dos pobres”, lembrou. A intervenção de Lula busca conter a sangria de votos da candidata e superar as divergências na organização da campanha. A reação dos adversários veio horas depois. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que em setembro havia admitido a vitória de Dilma Rousseff no primeiro turno, subiu ao ringue novamente. Chamou a ex-ministra de “duas caras” e disse que os petistas “caíram da cadeira” com o resultado das urnas. (Págs. 1, 2 e 4)

Aliança à mineira
Com os senadores eleitos Aécio Neves e Itamar Franco, Serra promete ajuda aos municípios mineiros em visita ao estado após o primeiro turno. Campanha do tucano usa telemarketing para acusar Dilma Rousseff de ser favorável ao aborto. (Págs. 1, 4 e 5)

Solidários à petista
Bispos, padres, pastores, monges e teólogos condenam em manifesto a tentativa de “demonizar” a candidata, especialmente na internet. Cúpula do PP renovou o apoio à petista na disputa para a Presidência da República. (Págs. 1 e 3)

Weslian foge de debate na TV
Ausência da candidata do PSC torna o programa uma entrevista com Agnelo Queiroz, do PT. (Págs. 1 e 26)

Turismo: Dólar em baixa provoca fila para viajar
A desvalorização da moeda norte-americana leva os brasilienses a formar filas em casas de câmbio e agências turísticas à procura de pacotes internacionais. “Outubro é um período bom de vendas, mas este está surpreendendo”, afirma Artur Schutte, diretor de empresa especializada em transações cambiais. (Págs. 1, 14 e 35)

O dia seguinte: Presidente do Chile exagera na euforia pós-resgate

Durante visita aos 33 mineiros, Sebastián Piñera desafia resgatados para uma partida de futebol e brinca: “Quem perder voltará para a mina”. Os sobreviventes surpreenderam os médicos ao demonstrar boas condições físicas e psicológicas. Álvaro Villaroel, irmão de um dos trabalhadores, contou ao Correio que Richard deve ter alta amanhã.
“Ele está bem: animado e gordinho”, revelou. (Págs. 1, 18 e 21)

Parque da Cidade está refém da violência (Págs. 1 e 31)

Falhas na saúde do DF elevam risco de bactéria (Págs. 1 e 33)

Recall de carros da Citroën e da Honda (Págs. 1 e 13)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *