Folha Online José Serra encaçapou duas bolas da vez –as causas ambiental e religiosa– ao incorporar à sua propaganda eleitoral depoimentos da viúva de...

Folha Online

José Serra encaçapou duas bolas da vez –as causas ambiental e religiosa– ao incorporar à sua propaganda eleitoral depoimentos da viúva de Chico Mendes e dos pastores Silas Malafaia e José Wellington Bezerra.

“Para ser presidente do Brasil, tem que ter liderança, tem que estar acima dos partidos, tem que conduzir a nação… Para isso, nós só temos uma pessoa: Serra 45”, disse Malafaia, representante da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Com programas espalhados por mais de um canal de TV, o líder religioso é crítico ferrenho de Dilma Rousseff (PT) e ex-aliado de Marina Silva (PV), terceira colocada na corrida presidencial e única evangélica entre os principais candidatos.

Sobre a petista, ele já alfinetou que “quem é religioso não precisa fazer força para mostrar”. Em vídeo na internet, Dilma foi acusada de ser ambígua em questões de honra para Malafaia, como a condenação ao aborto e aos homossexuais –em outdoor, a foto dele aparece ladeada pela frase “a favor da preservação da vida e da espécie humana”; abaixo, “Deus fez macho e fêmea”.

“Mudar agora por questões eleitoreiras é vergonhoso”, disse na ocasião.

Já Marina contava com o apoio de Malafaia até,  na opinião do religioso, “dissimular” suas ideias sobre a liberação do aborto e da maconha.
A seis dias da eleição, ele aderiu à candidatura de Serra.

TUCANO ESVERDEADO
A propaganda tucana também não descuidou do espólio eleitoral de Marina, que arrematou quase 20 milhões de votos no dia 3 de outubro.

Viúva de Chico Mendes, seringueiro e líder ambiental assassinado em 1988, Ilzamar Mendes pediu “aos amigos do Acre” que escolhessem Serra, o candidato que melhor “representa a causa ambiental”.

Três dos cinco municípios em que Serra foi mais bem votado ficam justamente no Acre, Estado natal de Marina.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *