Felipe Seligman O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) suspendeu duas inserções da campanha da petista Dilma Rousseff consideradas ofensivas ao tucano José Serra. A primeira...

Felipe Seligman

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) suspendeu duas inserções da campanha da petista Dilma Rousseff consideradas ofensivas ao tucano José Serra.

A primeira delas tratava de denúncias de suposto caixa dois na campanha de Serra e foi retirada do ar pelo ministro Joelson Dias. O programa abordava denúncias envolvendo o ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira Souza –conhecido como Paulo Preto.

Ele argumentou que o programa da coligação da petista não se limitou a divulgar sua opinião e posicionamento sobre o tema, mas “estaria mesmo a sugerir ao telespectador a existência de ‘caixa dois da campanha tucana'”.

A outra inserção foi suspensa pelo ministro Henrique Neves e dizia que Serra abandonou a Prefeitura de São Paulo e “escapuliu para governador”. O programa também afirmava que “esse tal Serra não trabalha para ninguém”.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *