A bancada petista resolveu adiar, mais uma vez, a reunião que pode definir o futuro do presidente José Sarney na crise que toma conta...

A bancada petista resolveu adiar, mais uma vez, a reunião que pode definir o futuro do presidente José Sarney na crise que toma conta do Senado há mais de cinco meses.

Segundo o senador Eduardo Suplicy, o encontro vai ser realizado nesta quarta-feira, por volta do meio-dia.

A decisão foi tomada porque, de acordo com o líder Aloizio Mercadante, os senadores Delcídio Amaral e Ideli Salvatti não poderiam estar presentes.

O adiamento da reunião favorece Sarney, que já ameaçou renunciar caso os pedidos de afastamento não cessem. Quem também respira aliviado por algumas horas é o presidente Lula. Ele defende ferozmente a permanência de Sarney no cargo em prol do que chama de “governabilidade”.

Ainda assim, os petistas afirmam que mantêm o posicionamento de sugerir a licença provisória do parlamentar possuidor de uma das mais vastas biografias da história política do Brasil.

Resta saber se amanhã o movimento #xosarney ganha mais adeptos ou se o impasse terá ainda muitos outros capítulos. Vale lembrar que, na próxima semana, começa o recesso parlamentar.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *