Escândalo da Receita: Jornalista admite à PF que encomendou informações Ribeiro Jr. diz que dados de seu computador pessoal foram roubados por petistas em...

Escândalo da Receita: Jornalista admite à PF que encomendou informações
Ribeiro Jr. diz que dados de seu computador pessoal foram roubados por petistas em Brasília

O jornalista Amaury Ribeiro Jr. confirmou à Policia Federal que encomendou dados de pessoas próximas a José Serra (PSDB), como a Folha revelou ontem.
Ele afirmou que começou a apuração porque soube que um grupo do PSDB reunia dados contra Aécio Neves, que na época disputava com José Serra a indicação do partido à Presidência. Em nota, Aécio repudiou o envolvimento de seu nome.
O jornalista, que em abril passou a integrar o “grupo de inteligência” da pré-campanha de Dilma Rousseff (PT), atribuiu o vazamento dos dados sigilosos a uma ala do PT que disputava espaço na campanha.
Segundo ele, as informações, repassadas para a Folha em junho, foram roubadas de seu computador, no quarto de hotel que ocupava em Brasília, por pessoas ligadas ao PT. (Págs. 1 e Poder)

Despachante diz a TV que recebeu ajuda de R$ 5.000. (Págs. 1 e A6)

Dilma afirma que violação é fruto de disputa no PSDB (Págs. 1 e A7)

Serra oferece benefício a igrejas para obter apoio

A campanha de José Serra(PSDB) está oferecendo benefícios a igrejas evangélicas em troca de apoio à sua candidatura. O mediador é o pastor Alcides Cantóia Jr.
Segundo Cantóia, um governo tucano apoiaria igrejas complementando a ação da escola. “O objetivo é levar as crianças para dentro da igreja”, diz ele. (Págs. 1 e A10)

Foto legenda: Dor de cabeça. Ao lado de Gabeira (PV), Serra (PSDB) toca local em que foi atingido por um rolo de adesivos após briga entre militantes petistas e tucanos no Rio. (Págs. 1 e A8)

Janio de Freitas
Pancadaria física é desdobramento lógico da campanha. (Págs. 1 e A6)

Cade autoriza por unanimidade compra da Brasil Telecom pela Oi (Págs.1 e B6)

Deputados do Ceará aprovam conselho para controlar mídia (Págs. 1 e A15)

Reino Unido fará seu maior corte de gastos em 60 anos
O Reino Unido anunciou seu maior plano de cortes no Orçamento em 60 anos, para conter déficit recorde. Ele prevê reduzir o gasto público em US$ 130 bilhões até 2015 e aumentar a idade mínima para aposentadoria. Houve protestos. (Págs. 1 e B1)

Análise
Reação aos cortes não deverá ser como na França, escreve Vaguinaldo Marinheiro. (Págs. 1 e B4)

Abu Dhabi cancela condenação de garota brasileira
A Justiça de Abu Dhabi absolveu ontem a garota brasileira de 15 anos que havia sido condenada por ter feito sexo sem ser casada.
Consultor do Departamento de Justiça afirmou ao enviado Marcelo Ninio que “alguns estrangeiros fazem coisas que seriam consideradas inadequadas em seus próprios países”. (Págs. 1 e C6)

Boa notícia: Procon lança site para queixas relativas a compras pela internet (Págs. 1 e C5)

Editoriais
Leia “Reações”, sobre respostas políticas, nos EUA e na Europa, à crise econômica; e “Ofertório eleitoral”, acerca da candidatura de José Serra. (Págs. 1 e A2)

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *