A equipe que assessora o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) já preparou ao menos 20 requerimentos que serão encaminhados à CPI da PETROBRAS, a ser...

A equipe que assessora o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) já preparou ao menos 20 requerimentos que serão encaminhados à CPI da PETROBRAS, a ser instalada amanhã. A maior parte solicita informações sobre inquéritos abertos pela Polícia Federal ou processos em fase de instrução nos tribunais federais e no TCU.

Dois funcionários do gabinete do senador foram destacados para checar os milhares de e-mails que chegam com informações sobre negócios da estatal. Há uma pilha de documentos que detalham operações suspeitas. O material tem sido fornecido por funcionários da PETROBRAS.

A oposição também solicitou técnicos da consultoria do Senado para ajudar na tarefa. Formalmente, apenas o presidente e o relator da comissão parlamentar de inquérito têm direto a esse tipo de pedido. A colaboração deverá ser informal.

Os assessores da CPI vão trabalhar no gabinente de Alvaro Dias, que fica alojado em um conjunto de salas contíguas ao plenário onde vão acontecer as sessões. A seção Painel, da Folha de São Paulo, informa que o ex-senador Antero Paes de Barros vai coordenar o quartel-general da oposição para a CPI da PETROBRAS.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *