Enquanto na Câmara a falta de copeiros ameaça a tranquila rotina dos servidores, no Senado há copeiros de sobra. Adriana Vasconcelos, repórter do jornal...

Enquanto na Câmara a falta de copeiros ameaça a tranquila rotina dos servidores, no Senado há copeiros de sobra. Adriana Vasconcelos, repórter do jornal O Globo, informa na edição desta terça que 20,4% dos funcionários terceirizados são copeiros contínuos. O número é espetacular: seriam 717, o que dá uma média de 8,85 para cada senador. A contratação, intermediada pela empresa Adservis Multiperfil, custa R$ 22,7 milhões.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *