O líder petista Aloizio Mercadante discursava na reunião de instalação da CPI da Petrobras. Disse que defenderia a estatal e que não iria permitir...

O líder petista Aloizio Mercadante discursava na reunião de instalação da CPI da Petrobras. Disse que defenderia a estatal e que não iria permitir que a comissão se transformasse numa campanha eleitoral antecipada.

De repente, citou o senador Alvaro Dias, que imediatamente pediu direito de resposta, de acordo com o artigo 14, por ter o nome comentado por Mercadante.

Imediatamente a confusão voltou a se instalar.

Paulo Duque, que preside a reunião, literamente tentou colocar ordem na Casa, afirmando que “aqui não tem questão de ordem não. Não tem nada de artigo 14”.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *