Maria Clara Cabral – A deputada federal Íris de Araújo (PMDB-GO) quer proibir a divulgação de pesquisas de intenção de votos 45 dias antes... Deputada quer barrar pesquisas eleitorais 45 dias antes das eleições

Maria Clara Cabral –

A deputada federal Íris de Araújo (PMDB-GO) quer proibir a divulgação de pesquisas de intenção de votos 45 dias antes das eleições. Um projeto neste sentido será apresentado na Câmara na próxima semana.

Segundo a deputada, que já exerceu o cargo de presidente do PMDB, a ideia é liberar a realização de pesquisas durante o período apenas para consumo interno.

Íris nega que a intenção seja criar algum tipo de censura. “Pelo contrário, apenas pretendo garantir a lisura dos pleitos”, afirmou. “Não podemos deixar que um eleitor se decida por pesquisas tabajara”, completou.

A deputada explica ainda que o prazo de 45 dias antes foi estabelecido para coincidir com o programa eleitoral.

Em discurso no plenário ontem, além de criticar as pesquisas, a deputada repudiou o que chamou de uso calunioso das redes sociais: “São ingredientes eleitorais no todo hediondos, uma busca atroz de indispor determinados candidatos com padrões religiosos em curso. Em outras palavras, um expediente que se assemelha ao nazifascismo, algo que soa enquanto ameaça e que teve, sim, conotação coercitiva e psicológica!”.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *