Com informações da Folha Online. O vazamento de supostas gravações da Polícia Federal lança a suspeita de que o presidente do Senado, José Sarney,...

Com informações da Folha Online.

O vazamento de supostas gravações da Polícia Federal lança a suspeita de que o presidente do Senado, José Sarney, possa estar envolvido diretamente na edição dos “atos secretos”. Interceptações telefônicas da PF feitas com autorização judicial identificaram ligações de Fernando Sarney (filho do presidente) para o ex-diretor geral da Casa, Agaciel Maia.

Nos telefonemas, há indícios de que a família de Sarney negociava com Agaciel a contratação sigilosa de parentes e apadrinhados do peemedebista.

As ligações foram gravadas entre março e abril do ano passado.

Para ler esta notícia na íntegra, clique aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *