Com informações da Folha Online. O Instituto Mirante, criado pelo empresário Fernando Sarney, recebeu R$ 250 mil da Eletrobrás entre os anos de 2006...

Com informações da Folha Online.

O Instituto Mirante, criado pelo empresário Fernando Sarney, recebeu R$ 250 mil da Eletrobrás entre os anos de 2006 e 2007. De acordo com a Polícia Federal, o filho do presidente do Senado beneficiava empresas privadas em contratos com o governo no setor elétrico. Fernando nega a acusação.

O Ministério da Cultura aponta que o montante foi destinado à realização de festas no Maranhão.

Criada em 2004, a instituição não teria fins lucrativos e funciona no mesmo prédio do grupo de comunicação comandado pela família Sarney.

Há uma ligação entre o Instituto Mirante e o suposto desvio de pelo menos R$ 500 mil da Petrobras pela Fundação Sarney.

Para ler esta matéria na íntegra, clique aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *