Com informações do O Globo. A Polícia Federal afirma em relatório que o empresário Fernando Sarney utilizou a residência do pai e presidente do...

Com informações do O Globo.

A Polícia Federal afirma em relatório que o empresário Fernando Sarney utilizou a residência do pai e presidente do Senado para intermediar negócios da incorporadora Abyara com a Caixa Econômica Federal.

Na quarta-feira, Fernando foi indiciado por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Ontem foi a vez do amigo do empresário, Paulo Nagem, ser indiciado junto a outras três pessoas.

A reunião na casa de José Sarney, em Brasília, teria ocorrido no dia 05 de março de 2008, entre diretores da incorporadora que tem sede em São Paulo e o vice-presidente de pessoa física da Caixa, Fábio Lenza.

Para ler esta notícia na íntegra, clique aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *