Com informações da Folha Online. Pelo menos 299 parentes de funcionários efetivos ou comissionados do Senado estão empregados em empresas terceirizadas que mantêm contrato...

Com informações da Folha Online.

Pelo menos 299 parentes de funcionários efetivos ou comissionados do Senado estão empregados em empresas terceirizadas que mantêm contrato com a Casa.

Essas contratações são uma forma de driblar a decisão do Supremo Tribunal Federal, que proibiu o nepotismo nos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

A súmula apresenta uma brecha, já que não prevê uma relação entre nepotismo e empresas privadas que prestam serviços para órgãos públicos.

Atualmente, A Casa abriga 3.500 terceirizados. Os 299 parentes trabalham em 14 empresas. Como são 35 os contratos de prestação de serviço, o número de parentes pode ser ainda maior.

Para ler esta notícia na íntegra, clique aqui (Para assinantes).

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *