Com informações do G1. A Polícia do Senado vai interrogar, esta semana, três servidores da Casa ligados à Secretaria de Recursos Humanos. A intenção...

Com informações do G1.

A Polícia do Senado vai interrogar, esta semana, três servidores da Casa ligados à Secretaria de Recursos Humanos. A intenção é analisar a veracidade das informações prestadas durante depoimento do ex-diretor geral, Agaciel Maia, no início do mês.

Nos depoimentos, a polícia vai querer saber se a dinâmica de nomeações de Agaciel confere com o trabalho dos funcionários que vão ser ouvidos. Se as declarações confirmarem o depoimento de Agaciel, os agentes prometem convocar o ex-diretor de Recursos Humanos, João Carlos Zoghbi, para depor.

Agaciel responde a inquérito na polícia por ser suspeito de utilizar uma vaga no gabinete do senador Demóstenes Torres para nomear uma funcionária de forma indevida. A mulher seria filha de um aliado de Maia.

No depoimento prestado, o ex-diretor geral atribui a Zogbhi a responsabilidade pela nomeação dessa servidora.

O inquérito aberto deve ser concluído até o dia 29 de julho.

Para ler esta notícia na íntegra, clique aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *