Com informações do G1. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou hoje que acompanha com atenção o caso do menino Sean Goldman. O...

Com informações do G1.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou hoje que acompanha com atenção o caso do menino Sean Goldman. O garoto que vive no Brasil tem a guarda disputada há quatro anos pelo pai biológico, o americano David Goldman.

Além de Obama, a secretária de Estado, Hillary Clinton, pediu que as autoridades brasileiras liberem Sean, hoje com nove anos, para que ele viva com o pai, que mora em New Jersey.

Bruna Bianchi, mãe de Sean, veio para o Brasil em 2004 para passar férias com a família. Pouco depois de chegar ao país, ligou para o pai da criança pedindo o divórcio. A brasileira casou novamente e morreu no ano passado, durante o parto do segundo filho.

A justiça brasileira deu ao padrasto a guarda provisória de Sean. Mas, dos Estados Unidos, David luta pela guarda do menino.

A Justiça Federal do Rio determinou a apresentação de Sean ao Consulado Geral dos E.U.A em junho, mas uma liminar impediu o cumprimento da determinação. Agora, o caso vai ser votado pelo Supremo Tribunal Federal.

Para ler esta notícia na íntegra, basta clicar aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *